JOELHO

O joelho é composto pelos ossos fêmur, patela, tíbia e fíbula. Existem também quatro ligamentos principais na estrutura do joelho. 

O joelho possui importantes funções como para caminhar e correr, normalmente atua em conjunto com movimentos do quadril e do tornozelo. 

É uma articulação que sofre bastante lesões, vulnerável aos traumas diretos e indiretos e até ao excesso de carga sem um preparo adequado.

O principal sintoma de alerta no joelho é a dor, seguido de edema, aumento da temperatura local e dificuldade de locomoção.

 

 

– Cisto de Baker
– Bursite;
– Artrose e Artrite;
– Tendinite patelar;

O problema mais comum relacionado aos tendões é chamado de tendinite, que é a inflamação do tendão. Os tendões são estruturas fibrosas que ligam os músculos aos ossos .A  patela é um osso localizado dentro do joelho. A tendinite patelar afeta o tendão que estabiliza a patela, ligando a patela à tíbia, que é um dos ossos da perna. Afeta 20% a 30% dos atletas amadores. O tratamento é feito com o reequilíbrio muscular com a supervisão e indicação do fisioterapeuta.
– Ruptura ligamentar
– Entorse;
– Luxação patelar;
– Lesões meniscais:

– Condromalácia patelar;
– Síndrome do Trato Iliotibial: 

A inflamação desse tendão é bastante comum em quem pratica corrida. A principal causa é o aumento súbito de quilometragem e velocidade semanal é um grande fator de risco para essa síndrome.

O principal sintoma é a dor na lateral do joelho e em alguns casos dor na lateral do quadril tambem.

Na reabilitação o paciente tera que diminuir um pouco ou totalmente a carga de treinos por um tempo, é realizado aparelhos anti-inflamatorios, liberação miofascial e principalmente um bom fortalecimento especifico. Ao diminuir a dor vamos expondo gradativamente o paciente para o retorno da corrida.
– Sinovite
– Síndrome da Dor Fêmoropatelar